Governo concede autorizações para operação de concessionárias em Confins e Galeão

segunda-feira, 11 de agosto de 2014 08:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal concedeu certificados operacionais provisórios para a Concessionária Aeroporto Rio de Janeiro no Aeroporto Antônio Carlos Jobim, o Galeão, e para a Concessionária do Aeroporto Internacional de Confins, na capital de Minas Gerais, segundo portarias da Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária publicadas no Diário Oficial da União nesta segunda-feira.

Com a obtenção dos certificados, as concessionárias ficam aptas para assumir a operação dos aeroporto com o apoio da Infraero.

A concessionária Aeroporto Rio de Janeiro é formada por Odebrecht Transport, Changi Airports International e Infraero. O grupo assinou em abril deste ano o contrato para ampliação manutenção e operação do Aeroporto do Galeão por 25 anos.

Já a Concessionária do Aeroporto Internacional de Confins - Tancredo Neves é formada pelo grupo CCR, Zurich Airport International, Munich Airport International, e Infraero. A concessão terá prazo de 30 anos.

(Por Anna Flávia Rochas)

 
Aircrafts are pictured at Galeao airport in Rio de Janeiro November 22, 2013. Brazil opened Galeao airport and Confins airport in Belo Horizonte, two of its busiest, to private investors on Friday, awarding $9 billion worth of contracts in a hotly contested auction as the country overhauls crowded terminals ahead of the 2014 World Cup and 2016 Olympics. REUTERS/Ricardo Moraes (BRAZIL - Tags: TRANSPORT BUSINESS SPORT OLYMPICS SOCCER WORLD CUP)