McDonald's divulga dados sobre fornecedores após susto sobre segurança alimentar na China

segunda-feira, 11 de agosto de 2014 08:00 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Cinco cadeias de fast food, incluindo McDonald's e Yum Brands, publicaram detalhes sobre fornecedores em seus sites chineses a pedido das autoridades de Xangai por conta de um susto sobre segurança alimentar.

A Administração Municipal de Alimentos e Medicamentos de Xangai disse no sábado que pediu às duas cadeias, juntamente com Burger King, Dicos e Carl's Jr., que publicassem as informações normalmente confidenciais como parte dos esforços do governo para fortalecer a supervisão dos fornecedores de alimentos.

As cinco empresas estavam entre uma gama de companhias que utilizaram carne da Xangai Husi Food, unidade da norte-americana OSI Group que foi acusada por uma reportagem de TV de ter manipulado carne indevidamente e utilizado alimentos vencidos. A autoridade de Xangai disse que as empresas publicaram as informações em 9 de agosto.

Os fornecedores da Yum incluem subsidiárias do WH Group e da China Yurun Food, ​​enquanto os fornecedores de leite do McDonald's incluem Beijing Sanyuan Foods e Kowloon Dairy. A unidade de carne Shandong, na qual a empresa apoiada pelo governo chinês COFCO Corp possui ações, abastece Yum e Burger King, a lista mostrou.

Benjamin Cavender, analista de Xangai na China Market Research Group, disse que as cadeias alimentares são geralmente relutantes em publicar listas de fornecedores já que não querem que concorrentes saibam onde adquirem seus produtos.

"Neste caso, provavelmente é inteligente para as empresas fazer isso, porque elas querem enviar uma mensagem clara de que estão sendo transparentes para o governo e para os seus consumidores", disse.

(Reportagem de Brenda Goh)