Marcopolo tem lucro 32,3% menor no 2o trimestre, reduz previsões

segunda-feira, 11 de agosto de 2014 18:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de ônibus Marcopolo encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de 50,2 milhões de reais, uma queda de 32,3 por cento sobre o resultado obtido um ano antes, e cortou nesta segunda-feira sua projeção de desempenho para o ano.

A maior fabricante do setor no país fechou o primerio semestre com queda de 19,4 por cento no lucro líquido, a 104,6 milhões de reais, afirmando que foi impactada por queda nas vendas de modelos rodoviários e redução de exportações para a Argentina.

A companhia teve receita líquida de 824,5 milhões de reais entre abril e junho, queda de 17,1 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

Já a geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou 60,2 milhões de reais, queda de 47,8 por cento.

Segundo dados da associação de montadoras de veículos do país, as vendas de ônibus no Brasil despencaram 13,7 por cento no primeiro semestre, a 13.397 unidades.

A Marcopolo reduziu em 400 milhões de reais sua previsão para receita líquida consolidada em 2014, a 3,4 bilhões de reais, uma queda ante os cerca de 3,7 bilhões de reais faturados em 2013.

A queda prevista no faturamento decorre da expectativa menor de vendas de ônibus no Brasil e no restante do mundo, que passou de 20.850 para 19 mil unidades.

Com isso, a empresa cortou também os investimentos previstos para o ano de 160 milhões para 130 milhões de reais.

No segundo trimestre, a Marcopolo produziu 4.188 ônibus, queda de 22,8 por cento sobre o volume montado um ano antes.

(Por Alberto Alerigi Jr.)