Lucro da CCR recua 9,4% no 2o trimestre, a R$275,8 mi

segunda-feira, 11 de agosto de 2014 19:43 BRT
 

SAO PAULO (Reuters) - A CCR teve lucro líquido de 275,8 milhões de reais no segundo trimestre, queda de 9,4 por cento na comparação anual, informou a empresa de concessões de infraestrutura nesta segunda-feira.

O resultado foi impactado por alta de 51,1 por cento nos custos totais, que somaram 1,23 bilhão de reais no segundo trimestre. A linha inclui itens como custos de construção e novos negócios não operacionais como metrô em Salvador, além dos aeroportos de Curaçao e de Confins.

Segundo a CCR, o custo de construção disparou de 155,8 milhões de reais no segundo trimestre de 2013 para 471,3 milhões nos três meses encerrados em junho. Já os custos com pessoal subiram 26,8 por cento no período.

Contribuiu ainda para o recuo do lucro o aumento de 33 por cento no resultado financeiro líquido negativo da empresa no segundo trimestre, para 202,9 milhões de reais.

A empresa apurou geração ajustada de caixa medida pelo lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda)praticamente estável na comparação com o mesmo período do ano passado, a 797,5 milhões de reais.

Analistas consultados pela Reuters estimavam, em média, Ebitda ajustado de 954 milhões de reais e lucro líquido de 312 milhões, segundo pesquisa da Reuters.

A empresa apurou receita líquida de 1,318 bilhão de reais no segundo trimestre, alta de 5,7 por cento no comparativo anual.

A dívida líquida consolidada da CCR atingiu 7,2 bilhões de reais em junho, alta de cerca de 5 por cento sobre o primeiro trimestre. O endividamento medido pela relação dívida líquida sobre Ebitda terminou o trimestre em 2 vezes, mesmo nível de um ano antes.

(Por Alberto Alerigi Jr.)