Copel tem lucro de R$248 mi no 2º trimestre, queda de 1,3%

quarta-feira, 13 de agosto de 2014 21:40 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Copel, companhia paranaense de energia elétrica, teve um lucro líquido de 248,3 milhões de reais no segundo trimestre, queda de 1,3 por cento ante o mesmo período de 2013.

A empresa teve aumento nas receitas diante do crescimento do mercado atendido pela distribuidora e pela venda de energia da térmica UTE Araucária no mercado de curto prazo. No entanto, a empresa também teve um aumento de 76,8 por cento nos custos com compra de energia para a revenda.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) subiu 6,4 por cento, na mesma comparação, a 466,8 milhões de reais.

O lucro ficou pouco abaixo da expectativa média de analistas consultados pela Reuters, de 271 milhões de reais. Já o Ebitda estimado para empresa era de 482,6 milhões de reais.

A empresa teve um aumento de 240 por cento na conta "suprimento de energia elétrica", decorrente principalmente da maior receita de venda de energia da térmica Araucária no mercado de curto prazo. Além disso, a Copel Geração e Transmisão comercializou mais energia no curto prazo, quando o preço de energia estava elevado.

Custos e despesas operacionais somaram 2,83 bilhões de reais, 55,7 por cento acima do registrado no mesmo perído do ano passado, principalmente pelo aumento na compra de energia para revenda.

(Por Anna Flávia Rochas; Edição de Aluísio Alves e Luciana Bruno)