Pemex projeta elevar produção de petróleo a 2,8 mi bpd até 2018, diz CEO

sexta-feira, 15 de agosto de 2014 11:03 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A petroleira estatal mexicana Pemex [PEMX.UL] espera aumentar sua produção para 2,8 milhões de barris por dia (bpd) até 2018 e deverá começar a importar petróleo leve dos Estados Unidos nos próximos meses para o refino, disse o presidente da companhia Emilio Lozoya.

O México é o décimo maior produtor de petróleo do mundo, mas desde quando atingiu o pico de sua produção, a 3,38 milhões de bpd em 2004, viu sua extração cair para 2,52 milhões de bpd no ano passado.

No mês passado, a Pemex deduziu sua previsão de produção este ano para 2,44 milhão de bpd.

"Eu acredito que, sem dúvida, até o fim da atual administração, a Pemex pode pensar em 2,8 milhões de barris por dia", disse Lozoya em uma entrevista à Reuters, em seu escritório no 43º andar da sede da empresa na Cidade do México.

Ele acrescentou que a importação de petróleo leve dos EUA é "uma ideia muito boa" que a Pemex está analisando, ressaltando que poderia ajudar a unidade de refino da companhia a produção mais produtos de alto valor, como gasolina e diesel.

"Nós estamos em negociações com o governo dos EUA e, claro, com empresa norte-americanas", acrescentou. Ele não quis estimar um volume provável a ser importado.

O México espera atrair 50,5 bilhões de dólares em novos investimentos privados e estrangeiros até 2018, incluindo novos investimentos da Pemex, como parte da histórica abertura do monopólio, que começa no ano que vem.

(Por David Alire Garcia e Noe Torres)