Petróleo tipo Brent tem mínima em 14 meses com menores riscos à oferta

segunda-feira, 18 de agosto de 2014 17:26 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O petróleo Brent caiu quase 2 dólares o barril nesta segunda-feira, à mínima em mais de um ano, com uma redução dos temores de investidores a respeito dos conflitos na Ucrânia e no Iraque, e também em meio a uma maior produção de petróleo da Líbia.

"Você teve uma alta sólida na sexta-feira, provavelmente relacionada ao risco geopolítico entrando pelo fim de semana, e você tem uma ressaca (nesta segunda-feira) por causa disso", disse Stephen Schork, editor do Relatório Schork, em Villanova, Pensilvânia.

O petróleo disparou na sexta-feira depois de o governo de Kiev dizer que havia destruído parcialmente uma coluna de blindados da Rússia.

Nesta segunda-feira, o exército ucraniano relatou novos sucessos, após levantar a bandeira nacional em Luhansk, cidade controlada por separatistas pró-Rússia desde o início dos conflitos em abril.

O Brent LCOc1 caiu 1,93 dólar, a 101,60 dólares o barril, após bater 101,11 dólares na mínima do dia, menor nível desde junho de 2013.

O petróleo dos EUA para setembro CLc1 caiu 0,94 dólar, a 96,41 dólares o barril, reduzindo perdas após atingir 95,81 dólares na mínima do dia.

No Iraque, combatentes curdos e forças antiterrorismo iraquianas expulsaram militantes do Estado Islâmico da represa de Mosul, informou a TV estatal nesta segunda-feira. [nL2N0QO0H1]

(Reportagem de Anna Louie Sussman)