Colheita de safra recorde de trigo do Paraná atinge 2% da área

terça-feira, 19 de agosto de 2014 11:52 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de trigo do Paraná, que deverá ser o maior produtor do cereal do país em 2014, avançou para 2 por cento da área do Estado e está a caminho de atingir um recorde apesar de alguns problemas pontuais, informou nesta terça-feira o Departamento de Economia Rural (Deral), do governo paranaense.

"Choveu muito durante a fase reprodutiva, isso gerou doenças, acabou prejudicando as produtividades (em algumas áreas), mas é cedo para falar em problemas para toda a safra... Por enquanto, está mantida (a estimativa de produção)", afirmou o especialista em trigo do Deral, o agrônomo Carlos Hugo Godinho.

A colheita do cereal do Paraná foi prevista ao final de julho em um recorde de 4,04 milhões de toneladas, mais que o dobro do volume registrado no ano passado, quando geadas afetaram as produtividades.

Em 2014, produtores ainda elevaram em 35 por cento a área plantada, contando com preços interessantes na época de plantio, algo fundamental para o crescimento da safra.

Segundo Godinho, doenças fúngicas devem afetar as produtividades em algumas regiões, mas por enquanto não resultariam em grandes ajustes na estimativa da safra total do Estado.

Ainda não é possível dizer, no entanto, que a safra está garantida nos volumes atuais previstos.

"A colheita foi feita em 2 por cento da área... Todo o restante ainda está exposto a chuvas na colheita, temos um período longo de colheita no Estado, até meados de dezembro", ponderou.

Os trabalhos de colheita, que estão em um ritmo dentro do esperado, intensificam-se a partir de setembro no Estado, que deverá ficar à frente do Rio Grande do Sul na produção do cereal este ano.

Os produtores gaúchos, que enfrentaram alguns problemas para avançar com o plantio este ano, deverão colher pouco mais de 3 milhões de toneladas.   Continuação...