Ações europeias fecham em queda após Carlsberg alertar sobre lucros

quarta-feira, 20 de agosto de 2014 14:27 BRT
 

Por Tricia Wright

LONDRES (Reuters) - As bolsas europeias fecharam em queda nesta quarta-feira, interrompendo rali de dois dias, golpeadas pelo alerta da Carlsberg de que seu lucro deve cair neste ano devido à deterioração das condições na Rússia.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em queda de 0,07 por cento, a 1.346 pontos, após acumular alta de 1,8 por cento nas últimas duas sessões.

A perspectiva de o banco central de um dos países do G7 aumentar os juros já no início do ano que vem azedou ainda mais o humor nos mercados. A ata do BC britânico mostrou que dois dos nove integrantes do conselho do votaram por elevar os juros neste mês.

O Federal Reserve, banco central dos EUA, divulgará às 15h (horário de Brasília) a ata de sua reunião de 29 e 30 de julho, o que deve trazer novas pistas sobre a perspectiva de suas taxas de juros.

A ação da Carlsberg caiu 3,6 por cento após fazer alerta sobre seu lucro. A cervejaria dinamarquesa obtém 35 por cento de seu lucro da Rússia e serve de exemplo de como companhias serão afetadas pelas sanções entre o Ocidente e a Rússia motivadas pelo conflito na Ucrânia.

A violência na Ucrânia e as sanções contra a Rússia, importante fornecedora de energia para a Europa, têm turvado as projeções de diversas multinacionais, incluindo Henkel, Adidas e Rheinmetall.

"Eu acho que (a situação entre Ucrânia e Rússia) geram preocupações profundas, por ser um problema aparentemente intratável para ambos os lados e, agora, tem consequências econômicas sérias", afirmou a estrategista-chefe de investimentos do Seven Investment Management, Ros Price.

"Há muitas oportunidades (em ações), mas há muito risco", acrescentou ela, destacando sua preferência por exportadores à Ásia e à China, onde o crescimento parece estar se recuperando.   Continuação...