Marfrig tem recorde de abate de bovinos em julho com exportação histórica

quarta-feira, 20 de agosto de 2014 17:26 BRT
 

Por Fabíola Gomes e Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A Marfrig, segunda maior processadora de carne bovina do país, atingiu marcas históricas de abate de gado e de exportações de cortes em julho, por uma forte demanda e limitações de oferta em países concorrentes do Brasil, disse nesta quarta-feira o presidente-executivo da companhia.

"Batemos recordes no mês de julho. Foi o maior mês, tanto em exportação como abate (de bovinos) da história da empresa", disse o presidente-executivo da Marfrig, Sérgio Rial, em entrevista à Reuters.

A Marfrig abateu mais de 250 mil cabeças de gado em julho, um crescimento de dois dígitos em relação à média mensal do último semestre, disse Rial.

Com a forte demanda no exterior, que ajuda a compensar um ritmo vacilante no consumo no Brasil, a empresa tem elevado a participação de vendas ao mercado externo sobre o total comercializado a partir do Brasil.

A fatia do mercado externo nas vendas da Marfrig, que ficou em torno de 40 por cento no último trimestre, subiu para 45 por cento em julho, incluindo carne industrializada. Considerando apenas cortes in natura resfriados e congelados, esse percentual é ainda maior, já superando 50 por cento.

O executivo explicou que o Brasil é beneficiado pelo atual cenário de crescente demanda global, por conta do aumento da renda em países emergentes, incluindo o Oriente Médio, enquanto tradicionais fornecedores como Estados Unidos e Argentina enfrentam restrições no tamanho de seus rebanhos.

As robustas exportações levaram a empresa a aumentar o uso de sua capacidade instalada rumo aos 80 por cento, contra pouco mais de 70 por cento anteriormente, revelou Rial.

A operação de carne bovina da empresa, concentrada principalmente no Brasil, respondeu por quase metade da receita da Marfrig no segundo trimestre, que somou ao todo 5,1 bilhões de reais. A companhia também tem operações no exterior --Moy Park e Keystone.   Continuação...