BOC Aviation faz pedido de aviões à Boeing somando US$8,8 bi

segunda-feira, 25 de agosto de 2014 12:53 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - A BOC Aviation, unidade de leasing do Bank of China (601988.SS: Cotações), fez o maior pedido de seus 20 anos de existência por 80 aeronaves de médio curso da Boeing (BA.N: Cotações), semanas após a arrendadora SMBC Aviation ter pedido 115 jatos da Airbus.

A corrida de compras por companhias de leasing surge à medida que elas aproveitam um boom em financiamento aeronáutico e veem uma forte demanda de companhias aéreas. Buscando manter balanços contábeis sadios, as companhias aéreas estão cada vez mais se voltando a arrendadores para atualizar as frotas para aeronaves com eficiência de combustível.

A BOC Aviation, sediada em Cingapura, uma das principais companhias de leasing do mundo, disse que o pedido compreende 50 aeronaves Boeing 737 Max 8 e 30 jatos Next Generation 737-800, que serão entregues de 2016 a 2021.

O pedido, que também inclui duas aeronaves de corredor duplo e longo curso 777-300ER, soma 8,8 bilhões de dólares a preços de lista, disse a Boeing. No mês passado, a SMBC fez um pedido totalizando cerca de 11,8 bilhões de dólares por aviões da Airbus. Compradores geralmente recebem um desconto não revelado sobre os preços de lista de aeronaves.

O pedido faz parte da estratégia da BOC Aviation de montar sua frota para os próximo sete anos. A companhia possuía uma frota de 251 aeronaves entregues até 30 de junho.

"Seguindo o bem-sucedido pedido de 50 aeronaves Next Generation 737 que pedimos em 2006, esse é uma continuação de nosso compromisso de sermos sensíveis aos clientes de companhias aéreas que estão ampliando ou substituindo frotas mais antigas", disse Robert Martin, diretor-gerente e presidente-executivo da BOC Aviation.

(Por Anshuman Daga)