Ações dos EUA sobem e S&P 500 fecha acima de 2.000 pontos pela primeira vez na história

terça-feira, 26 de agosto de 2014 18:29 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As ações norte-americanas fecharam em alta nesta terça-feira, levando o índice S&P 500 a fechar levemente acima da marca 2.000 pontos pela primeira vez, após indicadores apontarem para um futuro melhor da economia dos Estados Unidos.

O Dow Jones subiu 0,17 por cento, para 17.106 pontos. O S&P 500 ganhou 0,11 por cento, para fechar em 2.000,02 pontos, patamar recorde. O Nasdaq Composite avançou 0,29 por cento, para 4.570 pontos.

As ações de energia, que acompanham de perto o ritmo de crescimento da economia, lideraram os ganhos do dia. O índice de energia do S&P subiu 0,5 por cento, o melhor desempenho entre os 10 principais setores do S&P.

Durante o pregão, o S&P 500 chegou a 2.005 pontos, ultrapassando a marca de 2.000 pontos pelo segundo dia seguido. Na segunda-feira, no entanto, o índice de referência não segurou o patamar e fechou a 1.997 pontos. Com o pregão desta terça-feira, tanto o Dow como o S&P 500 registram alta em 10 dos últimos 13 pregões, enquanto o Nasdaq subiu em 11 dos últimos 13 pregões.

No entanto, a maior parte dos ganhos recentes do mercado vieram com volume baixo, sugerindo que muitos operadores estão relutantes em entrar no mercado no atual nível.

"Teremos que esperar e ver. O volume nesta semana é muito fraco; muitas pessoas ainda estão de férias. Mas econômica e fundamentalmente, o cenário é bom", disse Jeff Kravetz, diretor regional de investimentos do Bank Wealth Management em Phoenix.

A confiança do consumidor norte-americano subiu mais que o esperado em agosto, para seu nível mais alto desde outubro de 2007, de acordo com o Conference Board. O Departamento de Comércio informou que os pedidos de produtos duráveis subiram 22,6 por cento em julho, o maior ganho já registrado, apesar de os números terem sido distorcidos por forte demanda internacional por aeronaves.

(Por Chuck Mikolajczak)