Batalha pela GVT esquenta enquanto Telefónica considera aumentar oferta

quarta-feira, 27 de agosto de 2014 09:44 BRT
 

Por Robert Hetz

MADRI (Reuters) - O conselho da espanhola Telefónica irá se encontrar para decidir sobre uma melhora da sua oferta pela unidade brasileira de banda larga da francesa Vivendi, a GVT, disse uma fonte familiarizada com a situação nesta quarta-feira, potencialmente superando uma oferta esperada de 7 bilhões de euros da Telecom Italia.

"Vai ser mais alta do que (a original), de 6,7 bilhões de euros, mas não vai chegar a 8 bilhões de euros", disse a fonte, referindo-se a reportagens de jornais que apontam para esse preço.

A Telefónica se recusou a comentar o tema.

As empresas estão disputando a GVT numa tentativa de compensar a desaceleração do crescimento nos maduros mercados de telecomunicações europeus com a receita em franca expansão no Brasil. A empresa francesa deve discutir as ofertas em um encontro antes de publicar seus resultados do segundo trimestre na quinta-feira.

A Telecom Italia irá oferecer cerca de 7 bilhões de euros pela GVT em uma negociação que daria à Vivendi uma fatia entre 15 e 20 por cento no grupo italiano, disseram quatro pessoas com conhecimento do assunto à Reuters, na terça-feira.

Na terça-feira, o Grupo Oi informou ainda que contratou o banco BTG Pactual como um "comissário" para encontrar possíveis alternativas para comprar a participação da Telecom Italia na brasileira TIM Participações.

A Oi está no meio de um plano de fusão com a Portugal Telecom para reduzir sua dívida e recuperar fatia de mercado de seus rivais no Brasil.

(Reportagem de Robert Hetz)

 
Homem passa pelo prédio da Telefónica em Barcelona. 31/07/2014 REUTERS/Albert Gea