Novo ministro francês da Economia promete encerrar luta interna no governo

quarta-feira, 27 de agosto de 2014 08:02 BRT
 

PARIS (Reuters) - O novo ministro da Economia da França, Emmanuel Macron, prometeu nesta quarta-feira reconstruir a confiança na economia do país, a segunda maior na zona do euro, e acabar com as mensagens conflitantes e a luta interna quanto à política econômica.

Em declarações feitas um dia depois de o presidente François Hollande o nomear para o lugar do esquerdista antiglobalização Arnaud Montebourg, o ex-banqueiro de investimentos Macron, de 36 anos, procurou deixar claro que vai formar um governo em estreita parceria com o ministro das Finanças, Michel Sapiin.

"Nós vamos lutar, mas não vamos lutar contra os que estão no nosso campo, não vamos lutar contra parte do povo francês. Vamos lutar com toda a energia que temos", disse Macron, quer era um alto conselheiro de Hollande, na cerimônia de transmissão do cargo.

 
Novo ministro da Economia da França, Emmanuel Macron, em Paris. 27/08/2014 REUTERS/Charles Platiau