Daimler pagará US$480 mi para resolver disputa com aposentados de sindicato

quarta-feira, 27 de agosto de 2014 10:35 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A Daimler vai pagar 480 milhões de dólares para encerrar uma disputa com o sindicato United Auto Workers (UAW, na sigla em inglês) sobre benefícios médicos para funcionários aposentados do negócio de caminhões na América do Norte, segundo registros jurídicos nos Estados Unidos.

A companhia concordou em contribuir com um fundo fiduciário para financiar um plano de saúde pós-aposentadoria para apoiar funcionários ativos e recentemente aposentados, representados pela UAW, segundo documentos apresentados na segunda-feira em um tribunal federal no Tennessee.

O acordo surge após um grupo de aposentados e o sindicato terem acusado a montadora de caminhões de ter cortado ilegalmente seus benefícios, segundo documentos apresentados ao tribunal.

Um porta-voz da Daimler indicou o relatório de resultados trimestrais da companhia, que dizia que a Daimler Trucks North America e a UAW se acertaram sobre plano de saúde como parte de um acordo coletivo em maio, e que o fluxo de saída de caixa resultando é esperado para o quarto trimestre.

O relatório diz que o acordo não tem impacto material sobre a declaração de lucro consolidado do grupo ou sobre o lucro antes de juros e impostos em seu negócio de caminhões.

(Por Edward Taylor)