Embraer fecha acordo com Japan Airlines para encomenda de até 27 E-Jets

quinta-feira, 28 de agosto de 2014 11:22 BRT
 

SÃO PAULO, 28 Ago (Reuters) - A Embraer informou nesta quinta-feira que assinou contrato com a Japan Airlines para um pedido firme de 15 E-Jets nos modelos E170 e E190, além de opções de compra para 12 aeronaves adicionais da família E-Jets de jatos comerciais.

O valor do pedido firme é de 677 milhões de dólares, com base no preço de lista de 2014, informou a companhia em comunicado. A entrega dos novos E-Jets, que deve começar em 2015, se somará aos 15 jatos E170 que a Japan Airlines já opera atualmente.

A terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo acrescentou que a encomenda será incluída em sua carteira de pedidos firmes do terceiro trimestre de 2014.

Em nota a clientes, o Credit Suisse estimou que o pedido firme não deve ter um impacto muito relevante nos lucros futuros da Embraer. No entanto, destacou que o pedido e as possíveis conversões das opções "ajudam a manter o bom nível de entregas nos próximos anos até que a nova geração de E-jets comece a ser entregue".

As ações da companhia chegaram a subir cerca de 1,5 por cento nesta quinta-feira, mas reduziram ganhos e passavam a exibir variação positiva de 0,51 por cento às 11h15, diante de baixa de 0,47 por cento do Ibovespa.

Os jatos serão operados pela J-Air, subsidiária da Japan Airlines, com sede no aeroporto de Itami, em Osaka. A companhia japonesa também anunciou nesta quinta-feira que fechou um acordo para a compra de 32 Mitsubishi Regional Jets, no valor de cerca de 1,5 bilhão de dólares.

A Embraer entregou um total de 29 aeronaves comerciais e 29 aeronaves executivas no segundo trimestre deste ano, quando sua carteira de pedidos firmes ficou em 18,1 bilhões de dólares. O segmento de aviação comercial é a maior fonte de receita da empresa, tendo contribuído com 55 por cento da receita líquida no período de abril a junho deste ano.

(Por Priscila Jordão)