Telecom Italia vai pesar todas as opções para reforçar TIM Brasil

domingo, 31 de agosto de 2014 11:37 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A Telecom Italia vai considerar todas as opções para reforçar a sua unidade brasileira, TIM Brasil, depois de ter perdido uma batalha para comprar o negócio de banda larga da GVT, disse o presidente da Telecom Italia, Giuseppe Recchi, segundo o jornal italiano "Corriere della Sera".

A empresa também pode olhar para um acordo comercial com a Mediaset, como forma de compartilhar conteúdo e tecnologia com a emissora italiana, que é controlada pelo ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, disse Recchi ao jornal no domingo.

"Nosso dever (na Tim Partecipações) é investir e também levar em conta operações extraordinárias se surgir uma oportunidade," disse Recchi ao jornal italiano. Segundo ele, não há plano concreto sobre a mesa no momento.

Banqueiros e investidores disseram na sexta-feira que a Telecom Italia precisava de um plano B após o grupo francês Vivendi ter preferido oferta do grupo espanhol Telefonica pela GVT.

A escolha da Vivendi terminou com as ambições da Telecom Italia para fortalecer com a GVT sua posição no Brasil, que é o quarto maior mercado de telecomunicações do mundo.

"Nós já tínhamos o sinal verde para aumentar a nossa oferta (pela GVT) para muito maior, mas deixamos de fazê-lo porque pensamos que ... um aumento da oferta não teria criado valor para a empresa", disse Recchi, negando que a empresa tenha perdido a batalha com a Telefonica devido à falta de recursos financeiros.

(Por Francesca Landini)