Irã diz que possível resposta a novas sanções dos EUA pode não ser "agradável"

domingo, 31 de agosto de 2014 12:24 BRT
 

DUBAI (Reuters) - A possível resposta do Irã à novas sanções dos EUA podem “não ser agradáveis”, disse seu primeiro-ministro no domingo, criando o prospecto de uma retaliação olho-por-olho, contra o antigo adversário da República Islâmica, semanas antes de novas conversações nucleares.

Os líderes iranianos reagiram com consternação ao anúncio de sexta-feira, de que Washington vai penalizar um grupo de empresas iranianas e outras empresas estrangeiras, bancos e companhias aéreas por violarem as sanções contra Teerã, a maioria delas ligadas a uma discussão que já dura uma década, sobre o seu programa nuclear.

Washington diz que os movimentos eram um sinal de que não haverá trégua de sanções, enquanto continuarem as negociações internacionais, para aliviar as medidas econômicas, em troca da concordância do Irã de frear suas atividades nucleares.

O Irã diz que seu programa nuclear é para fins civis e nega as acusações do ocidente que ele possa querer desenvolver armas nucleares.

(Por Michelle Moghtader)