Principais fundos de pensão do mundo estimam total de ativos em US$15 tri

terça-feira, 2 de setembro de 2014 07:32 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os 300 maiores fundos de pensão do mundo viram seus ativos combinados aumentarem 6,2 por cento, para 14,9 trilhões de dólares em 2013, mostrou uma pesquisa da Pensions & Investments e Towers Watson.

O ritmo de crescimento dos ativos sob gestão, no entanto, abrandou um pouco, para 6,2 por cento ante um crescimento de 9,8 por cento em 2012.

Fundos norte-americanos permaneceram com a maior quantidade de ativos sob gestão, a 41,4 por cento do total, com os 126 fundos norte-americanos na lista respondendo ​​por 36 por cento do total.

O Japão tem a segunda maior participação, com 13 por cento, e o terceiro lugar fica com a Holanda, com 7 por cento. Noruega e Canadá vem em seguida, ambos com mais de 6 por cento.

Países que adicionaram a maior quantidade de fundos à lista nos últimos cinco anos incluem a Austrália, com três fundos, e Coreia do Sul, Rússia, Polônia, Colômbia e Canadá, com dois fundos.

Os Estados Unidos contribuem com a maior parte dos fundos para a lista, com o Reino Unido em seguida, com 26 fundos. Depois, vem o Canadá com 19, Austrália com 16, o Japão com 14 e a Holanda com 13.

(Reportagem de Simon Jessop)