Indústria dos EUA cresce em agosto no ritmo mais rápido desde abril de 2010, aponta PMI

terça-feira, 2 de setembro de 2014 11:08 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O setor industrial dos Estados Unidos se expandiu em agosto enquanto o emprego no setor cresceu ao seu ritmo mais rápido desde março do ano passado, mostrou nesta terça-feira o Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês).

A empresa de dados financeiros Markit informou que seu índice PMI final da indústria dos EUA subiu para 57,9 em agosto, o maior nível desde abril de 2010, ante 55,8 em julho. A leitura premilinar do índice foi de 58,0.

Uma leitura acima de 50 indica expansão da atividade econômica.

O subíndice de produção subiu para 60,7 ante 59,7, enquanto que o componente de emprego alcançou 54,6 ante a leitura final de julho de 51,2. A leitura final de emprego para agosto marcou o nível mais alto desde leitura igual em março de 2013.

"O setor industrial dos EUA tem ficado cada vez mais forte neste verão, com a melhora das condições de negócios em agosto sendo a mais forte em mais de quatro anos", disse o economista sênior Tim Moore, do Markit.

"Ganhos impressionantes em novos negócios e produção foram igualados por uma retomada sólida do crescimento do emprego. A mais recente pesquisa aponta a maior alta no número de empregos em cerca de um ano e meio, destacando que o setor de manufatura continua a ter um impacto positivo nas condições gerais do mercado de trabalho".

Uma leitura sobre novas encomendas subiu modestamente ante julho.

(Por Sam Forgione)