Bacia de Pelotas, perto do Uruguai, deve entrar leilão em 2015, diz ANP

terça-feira, 2 de setembro de 2014 15:01 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Bacia de Pelotas, perto do Uruguai, deve ser a novidade na próxima rodada de licitações de áreas exploratórias de petróleo do Brasil, prevista para meados do ano que vem, segundo uma fonte da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A bacia marítima, localizada no sul do país, deve ser incluída no certame que está em fase de preparação para provavelmente ocorrer em junho de 2015, e é uma aposta da ANP para atrair interessados, segundo a fonte, que preferiu não ser identificada.

O estímulo para explorar a região vem do vizinho Uruguai, que recentemente promoveu uma rodada em uma área próxima à bacia brasileira --o certame uruguaio foi considerado pela indústria bem-sucedido.

"Será nossa aposta, provavelmente na décima terceira rodada", disse a fonte à Reuters. "O Uruguai fez numa área bem próxima dali e foi bem-sucedido. Entraram empresas grandes e foi legal", adicionou.

O foco do certame de 2015, que ainda depende de aprovação do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), será a chamada "margem leste", disse anteriormente a diretora-geral da ANP, Magda Chambriard.

A margem leste vai desde a bacia Sergipe-Alagoas, no Nordeste, até o Sul do país.

"Se as empresas ficaram atraídas pelo Uruguai e a estrutura da bacia é quase a mesma de Pelotas, vale a pena testar. Se os resultados lá forem interessantes, esquenta o lado de cá do Brasil", afirmou a fonte. “É uma aposta inicial que pode ter potencial”, adicionou.

Além de Pelotas, devem ser incluídas na décima terceira rodada blocos nas bacias de Campos e Sergipe-Alagoas, de acordo com a fonte.   Continuação...