Ações europeias fecham em alta por esperança de cessar-fogo na Ucrânia

quarta-feira, 3 de setembro de 2014 14:41 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, com o índice FTSEurofirst 300 atingindo no intradia máxima em dois meses devido a especulações sobre um possível cessar-fogo no leste da Ucrânia e novos estímulos do Banco Central Europeu (BCE).

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que um acordo para dar fim aos confrontos no leste da Ucrânia pode ser alcançado nesta semana, o que alguns entenderam como uma tentativa de mostrar ao Ocidente que ele está tentando arrefecer o conflito.

Contudo, as negociações foram nervosas, uma vez que as autoridades pareceram enviar mensagens contraditórias. A mensagem de Putin marcou um recuo em relação à declaração, mais cedo, pelo gabinete de imprensa do presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, que disse que ambos os presidentes acertaram um cessar-fogo permanente.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,69 por cento, a 1.385 pontos, após atingir mais cedo a máxima desde 7 de julho, a 1.391 pontos.

Ações de companhias com exposição à Rússia figuraram entre as maiores altas.

O banco austríaco Raiffeisen Bank International, cujo lucro depende fortemente da Rússia, e a cervejaria dinamarquesa Carlsberg, que tem ampla exposição ao país por meio de seu rótulo Baltika, subiram 6,2 por cento e 2,3 por cento, respectivamente.

O sentimento no mercado também foi sustentado por especulações de que o Banco Central Europeu (BCE), que se reunirá na quinta-feira, pode lançar um programa de compra de ativos, ou quantitative easing (QE), após vários indicadores econômicos indicarem que a economia da região está desacelerando ainda mais.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,65 por cento, a 6.873 pontos.   Continuação...