September 4, 2014 / 11:55 AM / 3 years ago

BC britânico mantém juros apesar de recuperação firme

3 Min, DE LEITURA

LONDRES (Reuters) - O banco central britânico manteve as taxas de juros nesta quinta-feira, uma vez que a economia britânica continua a prosperar embora riscos tanto domésticos quanto internacionais à recuperação ainda existam.

O Comitê de Política Monetária do BC britânico manteve sua taxa de juros em 0,5 por cento, nível em que está desde o pior da crise financeira, mais de cinco anos atrás.

Investidores terão que esperar quase duas semanas para descobrir se mais alguma autoridade votou a favor da elevação dos juros, depois que dois entre os nove membros do comitê tiveram votos dissidentes em agosto.

O BC britânico disse no mês passado que está atento para sinais de crescimento salarial, que tem sido muito fraco, conforme pondera o melhor momento para começar a tirar a economia das taxas baixas.

Com o crescimento econômico caminhando para alcançar mais de 3 por cento neste ano, economistas consultados pela Reuters esperam que o BC eleve as taxas de juros no começo de 2015, provavelmente poucos meses antes do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos.

No entanto, existem riscos para esta perspectiva, tanto domésticos como externos.

A atividade no setor de serviços, que domina a economia britânica, cresceu ao ritmo mais rápido em um ano em agosto, segundo pesquisa divulgada nesta semana, indicando que não há cansaço no ritmo da recuperação econômica entrando nos últimos meses do ano.

Porém, o crescimento decrescente na indústria soma-se a uma visão de que a recuperação --embora forte-- ainda é muito dependente dos consumidores britânicos com grandes gastos em vez de investimentos empresariais ou exportações.

Uma economia estagnada na zona do euro, o maior mercado de exportação da Grã-Bretanha, representa outra nuvem no horizonte do BC britânico.

Pesquisas de negócios também sugerem que o conflito na Ucrânia impactou o comércio na Europa. Qualquer escalada maior pode ter impacto tangível nas economias da Europa, e portanto adiar ainda mais a saída do BC britânico das taxas baixas.

O banco central britânico disse nesta quinta-feira que manterá seu estoque de ativos acumulado sob seu programa de "quantitative easing" em 375 bilhões de libras, e que reinvestirá 14,4 bilhões de libras de um título do governo britânico com vencimento neste mês.

Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723 REUTERS RF CMO

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below