BCE corta taxas de juros para combater ameaça de deflação na zona do euro

quinta-feira, 4 de setembro de 2014 08:59 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) cortou as taxas de juros para novas mínimas recordes nesta quinta-feira, reduzindo inesperadamente os custos de empréstimo na tentativa de elevar a inflação de níveis mínimos e sustentar a estagnada economia da zona do euro.

O BCE cortou sua principal taxa de refinanciamento para 0,05 por cento, ante 0,15 por cento. O presidente do BCE, Mario Draghi, dissera após a última redução de juros do BCE em junho que "para todos os propósitos práticos, alcançamos o limite menor".

(Por Paul Carrel)