IPCA acelera a 0,25% em agosto e estoura teto da meta em 12 meses

sexta-feira, 5 de setembro de 2014 15:05 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier e Camila Moreira

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) - A inflação oficial brasileira acelerou para 0,25 por cento em agosto e voltou a estourar o teto da meta do governo em 12 meses, pressionada pelo grupo Habitação e tarifas de energia elétrica.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulou alta de 6,51 por cento em 12 meses até agosto, contra 6,50 por cento no mês anterior, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Em julho, o índice havia registrado variação positiva de 0,01 por cento ante junho.

A inflação no Brasil vem rondando há meses o teto da meta do governo --de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de 2 pontos percentuais para mais ou menos--, tornando-se um tema crítico conforme se aproxima a eleição presidencial, em outubro.

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland, contudo, minimizou o fato da o IPCA ter ultrapassado o teto da meta.

"A inflação pode ultrapassar a meta ao longo do ano, e isso acontece, o importante é fechar o ano dentro da meta", disse o secretário a jornalistas, acrescentando que a expectativa do governo é que o IPCA feche o ano perto de 6 por cento.

As leituras de agosto do IPCA confirmaram as expectativas em pesquisa da Reuters.

O índice de difusão, por sua vez, caiu a 54,96 por cento em agosto contra 58,98 por cento no mês anterior, segundo contas do Banco Fator.   Continuação...