Ações europeias recuam com realização de lucros após rali motivado por BCE

sexta-feira, 5 de setembro de 2014 14:42 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES (Reuters) - As ações europeias recuaram nesta sexta-feira, com investidores embolsando lucros após o rali do mês passado, quando foram impulsionadas por expectativas de novos estímulos do Banco Central Europeu (BCE).

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, caiu 0,35 por cento, a 1.396 pontos, afastando-se da máxima em seis anos e meio alcançada na sessão anterior, quando O BCE cortou os juros e anunciou um novo programa de estímulos.

Contudo, ações de companhias expostas à Rússia tiveram bom desempenho, após representantes da Ucrânia, da liderança separatista pró-Rússia, da Rússia e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) acertarem um cessar-fogo.

O papel da BP, que detém 20 por cento da maior produtora de petróleo da Rússia, a Rosneft, subiu 2,6 por cento.

As ações da fabricante de pneus Nokian Tyres, que gera um terço de sua receita na Rússia, do banco austríaco Raiffeisen Bank International, cujos lucros dependem fortemente da Rússia, e da cervejaria dinamarquesa Carlsberg, que tem ampla exposição ao país, avançaram entre 1 e 1,9 por cento.

As bolsas europeias recuperaram-se das mínimas do dia após dados mostrarem que empregadores norte-americanos abriram o menor número de vagas em oito meses em agosto e mais norte-americanos desistiram de procurar emprego, dando ao Federal Reserve, banco central dos EUA, mais motivos para esperar antes de aumentar os juros.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,33 por cento, a 6.855 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,23 por cento, a 9.747 pontos.   Continuação...