L'Oreal vai comprar brasileira Niely, de produtos para cabelos

segunda-feira, 8 de setembro de 2014 09:07 BRT
 

PARIS/SÃO PAULO, 8 Set (Reuters) - A L'Oreal divulgou nesta segunda-feira que assinou um acordo para adquirir a Niely Cosméticos, a qual diz ser a maior empresa independente de coloração e cuidados com os cabelos do Brasil, reforçando sua aposta no mercado de beleza do país.

Os termos financeiros do negócio não foram divulgados.

A Niely Cosméticos teve receita líquida de cerca de 405 milhões de reais (140 milhões de euros) no ano passado. Seus produtos são distribuídos em supermercados, farmácias e redes de perfumaria e são populares entre a crescente classe média do Brasil, disse a L'Oreal em um comunicado.

Com a operação, o fundador da Niely, Daniel Fonseca de Jesus, irá se juntar ao Comitê Estratégico da L'Oréal Brasil como vice-presidente.

O Grupo Niely iniciou suas atividades em 1981, em Nova Iguaçu (RJ), com produtos químicos para manutenção industrial e limpeza. A fabricação de cosméticos começou cinco anos depois, já com a marca Niely.

Segundo o vice-presidente executivo da L'Oréal para as Américas, Frédéric Rozé, a investida é um movimento estratégico da companhia na América Latina e Brasil, acrescentando que o país é um dos maiores mercados para coloração e cuidados com o cabelo no mundo, "onde consumidores têm longa tradição em beleza e expectativas exigentes".

No ano passado, o Brasil ocupou a terceira posição no mercado mundial de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, movimentando 43 bilhões de dólares, segundo dados da Euromonitor divulgados pela associação brasileira do setor, Abihpec. Em produtos para cabelo, somente, o país ficou em segundo lugar.

(Reportagem de Natalie Huet e Marcela Ayres)

 
Entrada de prédio da L'Oreal em Paris. 16/08/2013  REUTERS/Christian Hartmann