Fyffes libera Chiquita para negociar com Cutrale e Safra

segunda-feira, 8 de setembro de 2014 11:18 BRT
 

(Reuters) - A produtora da bananas Chiquita Brands International disse nesta segunda-feira que recebeu da Fyffes uma autorização para entrar em negociações com a brasileira Cutrale e com o Grupo Safra, que fizeram proposta de 611 milhões de dólares para comprar a companhia.

A Chiquita, que no mês passado rejeitou a oferta feita pelas empresas brasileiras, está tentando fechar uma fusão com a Fyffes, segundo anúncio feito em março.

As ações da Fyffes recuavam mais de 2 por cento na bolsa de valores da Irlanda nesta segunda-feira. As ações da Chiquita, por sua vez, subiam 1,38 por cento às 11h02 (horário de Brasília).

O Safra, grupo global financeiro e de investimentos imobiliários, e a Cutrale, gigante do setor de suco de laranja, ofereceram 13 dólares por ação em dinheiro para os acionistas da Chiquita.

As duas empresas brasileiras começaram a tomar medidas no mês passado para lançar uma batalha para derrubar a direção da Chiquita por meio de votos de acionistas, em meio à sua ofensiva para assumir o controle da empresa, depois de o Conselho da Chiquita ter rejeitado a oferta.

A Chiquita e a Fyffes também disseram que vão adiar assembleias de seus acionistas para analisar a fusão entra as empresas

A Chiquita informou que enviou uma carta para Cutrale e Safra, dizendo que estava disposta a ouvir uma nova oferta.

As direções da Fyffes e da Chiquita, no entanto, afirmaram continuar apoiando a fusão entre as duas companhias.

(Por Ramkumar Iyer em Bangalore)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 5644 7762))

REUTERS GB MA