Avanço do Estado Islâmico no Iraque obriga Síria a cancelar venda de trigo

terça-feira, 9 de setembro de 2014 11:40 BRT
 

ABU DABI (Reuters) - A Síria cancelou um acordo para vender 200 mil toneladas de trigo da sua safra doméstica de 2013 para operadores privados do Iraque devido ao conflito armado que se estende pelos dois países e que paralisou o transporte do grão, disse nesta terça-feira uma fonte da agência estatal de grãos da Síria.

O acordo foi fechado em um leilão em junho, dias antes do Estado Islâmico ter capturado grandes áreas do Iraque em uma ofensiva relâmpago.

O trigo ainda está sendo mantido em silos na cidade de Hassaka, a cerca de 50 km da fronteira com uma região do Iraque invadida pelo Estado Islâmico em junho.

"A situação de segurança e o controle do Estado Islâmico sobre a área tornaram impossível que o negócio fosse realizado e nós tivemos que cancelá-lo", disse à Reuters a fonte do governo sírio.

Apesar do cancelamento do negócio, há relatos de trigo da Síria sendo contrabandeado por combatentes do Estado Islâmico para o Iraque.

O presidente da associação de cooperativas agrícolas do Iraque, Hassan Nusayif al-Tamimi, disse no mês passado que trigo da Síria estava sendo levado para o Iraque por homens do Estado Islâmico para vender ao governo iraquiano por preços mais elevados.

(Por Maha Dahan, reportagem adicional de Nigel Hunt em Londres)