Faturamento das exportações do agronegócio do Brasil recua 12,5% em agosto

terça-feira, 9 de setembro de 2014 13:30 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações do agronegócio brasileiro recuaram 12,5 por cento em agosto na comparação com o mesmo mês do ano passado, somando 8,89 bilhões de dólares, com a redução sendo puxada por soja, milho, açúcar e etanol, informou nesta terça-feira o Ministério da Agricultura.

O faturamento do complexo soja caiu 14 por cento na comparação anual, enquanto o complexo sucroalcooleiro recuou 41 por cento, e a exportação de milho caiu 33 por cento.

As perdas de faturamento acompanham um recuo nos preços internacionais destas commodities, em meio a uma grande oferta global após safras abundantes, e também uma queda nos volumes embarcados pelo Brasil.

Entre as importações, o trigo subiu 25 por cento em agosto ante o mesmo mês de 2013, para 222 milhões de dólares.

As exportações do agronegócio responderam por 43,5 por cento das realizadas pelo Brasil no mês, perdendo participação ante agosto de 2013, quando representaram 47,4 por cento do faturamento brasileiro com vendas ao exterior.

No acumulado de janeiro a agosto, o agronegócio brasileiro faturou 67,61 bilhões de dólares com exportações, queda de 2,1 por cento ante 2013.

Já as importações de produtos agropecuários, como cereais, papel e celulose, ficaram praticamente estáveis no acumulado de 2014, caindo 0,4 por cento, para 11,252 bilhões de dólares.

A balança comercial dos oito primeiros meses do país teve seu pequeno superávit, de 249 milhões de reais, garantido pelo agronegócio, segundo os dados do ministério.

O saldo da balança comercial do agronegócio ficou positivo em 56,36 bilhões de reais no período, ante um déficit de 56,11 bilhões de reais dos outros setores da economia.

(Por Gustavo Bonato)

 
As exportações do agronegócio brasileiro recuaram 12,5% em agosto na comparação com o mesmo mês do ano passado, somando 8,89 bilhões de dólares, com a redução sendo puxada por soja, milho, açúcar e etanol, informou o Ministério da Agricultura. 07/02/2013 REUTERS/Paulo Whitaker