Air France-KLM vê alta no lucro com novo plano estratégico

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 07:31 BRT
 

PARIS, 11 Set (Reuters) - A Air France-KLM prometeu elevar seu lucro principal de 8 a 10 por cento ao ano até 2017 como parte de um novo plano estratégico que combina uma investida no mercado de lazer europeu com esforços para melhorar seu apelo a viajantes de longa distância.

O plano Perform 2020 inclui novas aeronaves na unidade de baixo custo europeia Transavia, em conjunto com novas reestruturações de atividades deficitárias. Os detalhes foram divulgados antes de um encontro de investidores que ocorrerá mais tarde nesta quinta-feira.

A segunda maior companhia aérea tradicional da Europa disse que uma austeridade maior é necessária para confrontar as rivais de baixo custo easyJet e Ryanair na Europa, enquanto tenta competir contra companhias de rápido crescimento do Golfo em rotas mais longas.

O plano é sucessor do programa de reestruturação Transform 2015, que deve expirar no fim do ano após alcançar mais de 1 bilhão de euros (1,29 bilhão de dólares) em economias.

A Air France-KLM pretende manter sua dívida líquida ajustada abaixo de 2,5 vezes a geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e leasing de aeronaves (Ebitdar, na sigla em inglês) a partir de 2017, disse o grupo em comunicado.

A empresa afirmou que suas metas são consistentes com um retorno sobre capital empregado de 9 a 11 por cento em 2017. Isso se compara aos 3,2 por cento divulgados pelo grupo em 2013.

O presidente-executivo, Alexandre de Juniac, disse que os planos levariam a um "perfil de risco significativamente aprimorado tanto operacional quanto financeiramente".

No entanto, o grupo franco-holandês enfrenta um potencial revés de sindicatos, com pilotos já se preparando para uma greve na semana que vem.

(Por Tim Hepher)