Antaq autoriza Petrobras a iniciar operação do terminal portuário Ilha Comprida

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 08:03 BRT
 

SÃO PAULO, 11 Set (Reuters) - A Agência Nacional Transportes Aquaviários (Antaq) autorizou a Petrobras a dar início à operação do terminal portuário Ilha Comprida, na Baía de Guanabara (RJ), conforme termo de liberação publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial da União.

O terminal faz parte do Plano de Antecipação da Produção de Gás do governo federal, criado pelo Conselho Nacional de Política Energética com o objetivo de diminuir os riscos associados ao fornecimento de gás da Bolívia, informou a petroleira em relatório de impacto ambiental do projeto.

"As instalações do terminal da Ilha Comprida permitirão o armazenamento e o escoamento, através de navios, do GLP (gás liquefeito de petróleo) produzido nas unidades de processamento do Terminal de Cabiúnas e da Refinaria de Duque de Caxias, a partir do processamento do gás natural dos campos da Bacia de Campos", disse a Petrobras.

"Desta forma, será possível disponibilizar o GLP para as demais regiões do Brasil e ainda exportar os excedentes", acrescentou a estatal.

A Antaq também autorizou a Transpetro a iniciar as operações das instalações portuárias integrantes do Terminal de Uso Privativo de Guamaré, no município de mesmo nome no Rio Grande do Norte, segundo termo de liberação divulgado nesta quinta-feira.

(Por Marcela Ayres)