Euro precisa recuar ainda mais, diz Noyer do BCE

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 08:26 BRT
 

PARIS (Reuters) - O chefe do banco central da França, Christian Noyer, disse que o Banco Central Europeu (BCE) já obteve sucesso na meta de enfraquecer o euro, mas que a moeda única precisa recuar mais para que o banco central alcance a meta de inflação.

"Tivemos perfeito sucesso no que era um dos nossos objetivos, do qual necessitamos para voltar à nossa meta de inflação de 2 por cento ao ano: precisávamos fazer o euro recuar e ainda precisamos fazer o euro recuar" disse Noyer, que também é membro do Conselho do BCE, à rádio Europe 1 em uma entrevista nesta quinta-feira.

O apelo surgiu ao mesmo tempo em que a inflação dos preços ao consumidor na França caiu a uma mínima de quase cinco anos em agosto, recuando para 0,5 por cento na base anual ante 0,6 por cento no mês anterior, segundo dados.

O euro recuou de cerca de 1,37 dólar no final de junho para ser negociado próximo a 1,29 dólar no início dos negócios nesta quinta-feira.

Questionado se o BCE pode fazer mais para impulsionar a recuperação na zona do euro, Noyer observou que as taxas de juros já estão mais baixas que os juros nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha como resultado das últimas medidas do banco central, mas acrescentou: "Claro que sempre podemos criar novas medidas se a situação exigir".

(Por Mark John)