Citigroup busca vender Diners Club no Japão com unidade de varejo, dizem fontes

sexta-feira, 12 de setembro de 2014 09:12 BRT
 

TÓQUIO, 12 Set (Reuters) - O Citigroup disse nesta sexta-feira a ofertantes por suas operações de banco de varejo no Japão que está buscando vender seu lucrativo negócio de cartões Diners Club no país com a unidade de varejo, disseram fontes com conhecimento do assunto.

O banco norte-americano vem se preparando para vender sua unidade de varejo no Japão após ter enfrentado dificuldades para recuperar o negócio em meio a uma demanda fraca por empréstimo e margens de juros em queda no setor bancário do Japão.

Nesta sexta-feira, cerca de 10 bancos incluindo as três maiores instituições japonesas - Mitsubishi UFJ Financial Group, Mizuho Financial Group e Sumitomo Mitsui Financial Group - participaram na primeira rodada de ofertas para o negócio de varejo, disseram as fontes.

A Resona Holdings, a Sumitomo Mitsui Trust Holdings e o Shinsei Bank, além de alguns bancos regionais, também enviaram ofertas preliminares, disseram as fontes, que não quiseram ser identificadas pois as ofertas não são públicas.

O Citibank e as seis instituições japonesas não quiseram comentar.

O negócio de varejo no Japão do Citibank atraiu o interesse de ofertantes que esperam adquirir sua rica clientela. O negócio tem cerca de 3,6 trilhões de ienes (33,6 bilhões de dólares) em depósitos, sendo que perto de 2 trilhões de ienes são denominados em dólares, e isso é visto como atranete para bancos japoneses buscando estabilidade na aquisição de moedas estrangeiras, disseram as fontes.

No entanto, o negócio está efetivamente perdendo dinheiro, pressionado por custos trabalhistas nas 33 agências no Japão. Logo, o Citibank busca vender o negócio de cartão de créditos no Japão para incentivar ofertantes, disseram as fontes.

O Citibank não planeja vender a unidade de cartões de crédito sozinha, acrescentaram as fontes.

(Por Taro Fuse)