Presidente do Peru surpreende e troca influente ministro da Economia

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 10:22 BRT
 

LIMA (Reuters) - O presidente do Peru, Ollanta Humala, removeu repentinamente no domingo o ministro da Economia, Luis Castilla, o mais influente de seu gabinete, num momento em que a atividade econômica peruana sofre uma desaceleração por causa da fraca demanda externa.

Humala nomeou para o cargo o atual chefe de gabinete do Ministério, o economista Alonso Segura, em uma cerimônia na noite de domingo no Palácio do Governo.

Castilla era o ministro mais antigo no gabinete de Humala, que o nomeou quando assumiu a Presidência no final de julho de 2011, e era considerado o mais poderoso e mais próximo ao presidente e à primeira-dama, Nadine Heredia.

Ninguém no governo deu formalmente uma explicação para a mudança, apesar de Castilla ter sugerido que saía por razões pessoais e afirmar que não se distanciará do presidente.

A saída de Castilla ocorre após o Congresso aprovar com relutância em agosto uma remodelação do gabinete e depois de as pesquisas mostrarem que a aprovação popular ao governo de Humala caiu em setembro para apenas 25 por cento.

 
Presidente do Peru, Ollanta Humala, aplaude o novo ministro da Economia, Alonso Segura, em Lima. REUTERS/Palácio Presidencial Peruano/Divulgação via Reuters