Acionistas do Santander aprovam aumento de capital para comprar unidade brasileira

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 09:53 BRT
 

(Reuters) - Acionistas do Santander aprovaram em assembleia extraordinária nesta segunda-feira a emissão de até 4,7 bilhões de euros em um aumento de capital para adquirir a fatia que o banco espanhol ainda não possui na sua unidade brasileira.

A operação contemplará a emissão de até 665 milhões de ações do banco, o equivalente a 5,62 por cento do Santander.

Durante a assembleia, a nova presidente do Conselho de Administração do Santander, Ana Botín, disse que, com a aprovação da oferta para comprar os 24,75 por cento do Santander Brasil que o espanhol ainda não detinha, a política de diversificação do grupo se fortalece, sendo "chave para consolidar essa nova fase de crescimento de nossos lucros".

O Brasil, que ao lado do Reino Unido é um dos motores dos resultados do banco, é um dos dez mercados nos quais o Santander conta com uma presença significativa em nível mundial.

Ana Botín aproveitou para enviar uma mensagem de confiança a respeito da economia brasileira ao destacar que ela "superará o período de desaceleração econômica pelo qual está passando".

A executiva também sinalizou que a transação permitirá ao banco um aumento nos lucros por ação do grupo nos próximos anos "graças às perspectivas favoráveis de nosso banco no Brasil", disse.

Além disso, Ana Botín defendeu que a operação no Brasil representa um impulso para a política do grupo de ter subsidiárias listadas em bolsas de valores.

Sobre seu possível sucessor no comando do Santander Reino Unido, Botín não quis fazer comentários, mas sinalizou que uma decisão será tomada em breve.

  Continuação...

 
Nova presidente do Conselho de Administração do Santander, Ana Botín, durante assembleia-geral em Santander, na Espanha. 15/09/2014 REUTERS/Eloy Alonso