Estatal do pré-sal ainda não recebeu do Tesouro parcela de Libra

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 13:20 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal criada pelo governo para gerir recursos do pré-sal ainda não recebeu do Tesouro Nacional parcela de 50 milhões de reais referente ao repasse do leilão da área de Libra, realizado no ano passado, disse o presidente da PPSA, Oswaldo Pedrosa, durante evento no Rio de Janeiro.

Pedrosa acrescentou que espera receber ainda este ano esses recursos. O leilão da área de Libra, o primeiro do pré-sal, arrecadou 15 bilhões de reais em bônus de assinatura.

"Tem uma série de questões que tem que resolver do ponto de vista de orçamento para que você possa ter recursos liberados", explicou Pedrosa, sem dar detalhes.

Ele afirmou que a PPSA depende dos recursos para desenvolver suas atividades.

A estatal já recebeu outros recursos do governo para dar início às suas atividades, que não são referentes ao bônus de assinatura. Neste ano, a PPSA teve aporte de capital do governo de 15 milhões de reais, e prevê receber mais 33 milhões de reais no próximo ano.

O presidente da PPSA também afirmou acreditar que, em caso de uma mudança de governo no próximo ano, não haverá "grandes transtornos".

"Eu acho que não terá grandes transtornos em caso de mudança do governo", afirmou Pedrosa, ressaltando que estava falando hipoteticamente.

"A PPSA está aí porque ela é essencial para o regime de partilha, que foi criada por lei... Isso tem que ter continuidade para que o pré-sal possa ser desenvolvido", afirmou.

(Por Marta Nogueira)