Bovespa sobe 1,8% com recuperação de Petrobras e alta de Vale por minério

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 18:26 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa abriu a semana em alta, ajudada pela recuperação das ações da Petrobras antes da divulgação de novas pesquisas eleitorais, enquanto a trégua no declínio do preço do minério de ferro favoreceu os papéis de Vale, em sessão marcada pelo vencimento dos contratos de opções sobre ações.

Além da estatal Petrobras, setores sensíveis ao panorama eleitoral também mostraram recuperação nesta segunda-feira, como o segmento financeiro e imobiliário, enquanto a depreciação do real frente ao dólar na última semana colocou empresas suscetíveis ao câmbio sob os holofotes.

O Ibovespa fechou na máxima da sessão, com alta de 1,79 por cento, a 57.948 pontos. O volume financeiro da sessão alcançou 9,6 bilhões de reais, inflado pelo exercício de opções, que movimentou 3,237 bilhões de reais.

Para o analista de renda variável da São Paulo Investments Fabio Lemos, o resultado da bolsa nesta sessão refletiu um ajuste frente à forte queda dos últimos dias, que encontrou suporte na recuperação dos preços do minério e na correção nas ações da Petrobras.

Após acumular alta ao redor de 10 por cento na segunda metade de agosto, o Ibovespa perdeu cerca de 7 por cento nas duas primeiras semanas de setembro, tendo recuado 6,2 por cento apenas na semana passada

"Todos irão olhar com atenção as pesquisas desta semana. Se Marina Silva (PSB) estabilizar com uma leve vantagem, isso pode animar o mercado", avaliou o gestor da Effectus Investimentos Joaquim Kokudai.

O site do Tribunal Superior Eleitoral informa que o Ibope está em campo entre os dias 11 e 16, devendo divulgar nova pesquisa a partir de terça-feira, enquanto o Datafolha, com campo nos dias 17 e 18, pode divulgar levantamento a partir de quarta-feria. Há ainda pesquisa Vox Populi que deve sair nesta noite.

A Petrobras sustentou-se no azul por boa parte da sessão, com dados sobre produção em agosto, avaliados como positivos, também em foco. Para o Credit Suisse, quando o fundamento voltar a prevalecer, esse números de produção serão importantes.   Continuação...