Demanda doméstica da Gol sobe 10,5% em agosto; oferta recua 5%

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 18:28 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Gol manteve sua estratégia, em agosto, de redução de oferta de assentos, encerrando o período com nova alta na taxa de ocupação.

No mercado doméstico, a demanda subiu 10,5 por cento em agosto, na comparação anual, enquanto a oferta caiu 5 por cento na mesma base de comparação. Assim, a taxa de ocupação no mês passado aumentou 10,9 pontos percentuais, a 77,8 por cento.

Em agosto, foram transportados 3,1 milhões de passageiros no mercado doméstico, um aumento de 15,6 por cento em relação ao mesmo período de 2013, informou a Gol em comunicado nesta segunda-feira. No acumulado do ano, o número chegou a 26 milhões, 11 por cento maior na comparação anual.

O sistema total da companhia seguiu a mesma tendência com oferta de assentos 1,6 por cento menor e aumento de 14,4 por cento da demanda. A taxa de ocupação foi de 77 por cento, um crescimento de 10,8 pontos percentuais.

No mercado internacional, demanda e oferta tiveram aumento. Enquanto a primeira cresceu 52 por cento em agosto, a oferta subiu 27,3 por cento.

A Gol disse ainda que a receita por passageiro (Prask) "continua crescendo na comparação anual e que as tarifas praticadas em agosto acompanharam o cenário de desquecimento da atividade econômica no Brasil".

(Por Juliana Schincariol; Edição de Luciana Bruno)