Produtor de soja de MT inicia plantio esta semana mesmo com poucas chuvas

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 18:37 BRT
 

Por Roberto Samora e Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - Chuvas em Mato Grosso, ainda que pouco volumosas e isoladas, levam produtores a iniciar o plantio de soja no Estado nesta semana, especialmente em áreas onde agricultores correm para posteriormente fazer uma segunda safra de algodão na temporada 2014/15.

O Mato Grosso, que deverá colher cerca de 30 por cento de uma safra brasileira de soja estimada em um recorde de mais de 90 milhões de toneladas, é o Estado que costuma liderar os trabalhos de plantio no Brasil, o segundo produtor global atrás dos Estados Unidos.

O principal Estado brasileiro produtor da oleaginosa deverá ter chuvas de até 20 milímetros em algumas áreas nesta semana, segundo a Somar Meteorologia, o que viabilizaria o início dos trabalhos a partir desta segunda-feira, com o fim do vazio sanitário --período marcado pela ausência de plantas no campo para reduzir a quantidade de esporos do fungo da ferrugem.

"Não tem dúvida de que qualquer gota de chuva que cair, o cara vai plantar", disse o agrometeorologista da Somar, Marco Antônio dos Santos, referindo-se ao produtor que quer antecipar o plantio para realizar a segunda safra de algodão.

Santos lembrou que partes de Mato Grosso têm reservas hídricas de chuvas do início do mês, o que faz com que muitos produtores arrisquem um plantio antes mesmo da regularização das chuvas de primavera, que devem acontecer somente a partir da segunda quinzena de outubro, de acordo com a Somar.

"Principalmente os grandes grupos, aqueles que fazem algodão na segunda safra, já estão plantando", acrescentou ele, ponderando que a semente de soja plantada em um solo estruturado aguenta cerca de 15 dias de período seco após uma chuva.

Segundo o agrometeorologista, o produtor que faz algodão "safrinha" está mais de olho na pluma do que na soja.

"Mesmo que ele perca cinco sacas por hectare de soja (por ter arriscado um plantio com o clima irregular), o algodão recupera essa perda da soja."   Continuação...