Petrobras confirma acordo com Ecoporto para acomodar unidades marítimas

terça-feira, 16 de setembro de 2014 10:43 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta terça-feira que celebrou contrato com o terminal Ecoporto Santos, da Ecorodovias, com prazo de 90 dias para acomodar duas unidades marítimas, em resposta a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A petroleira informou que uma operação de apoio à parada de produção da plataforma de Merluza está em andamento e outra operação de apoio à parada de Mexilhão está prevista para outubro, com a utilização de berço de atracação do Ecoporto em Santos, segundo e-mail enviado à Reuters.

A informação da companhia à CVM foi prestada em resposta a questionamento sobre reportagem do jornal Valor Econômico na sexta-feira a respeito do acordo.

A Petrobras acrescentou que a operação não repercutirá em alteração nas curvas de produção e não tem relação com a licitação em andamento para a contratação de dois berços de atracação na mesma região, cuja assinatura dos contratos está prevista para o fim de 2014.

"O primeiro berço na região de Santos deverá entrar em operação no segundo semestre de 2015, e o segundo, no segundo semestre de 2016. A licitação dos dois berços está em andamento", disse a companhia.

(Por Priscila Jordão)