S&P corta classificação da Venezuela a "CCC+" por deterioração econômica

terça-feira, 16 de setembro de 2014 19:28 BRT
 

(Reuters) - A agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou nesta terça-feira o rating soberano de longo prazo da Venezuela para "CCC+", ante "B-", pela contínua deterioração da situação econômica, que pode levar a uma contração da economia de até 3,5 por cento este ano.

A S&P disse que em sua avaliação que levou em conta a queda na liquidez externa do maior exportador de petróleo da América Latina e a crescente inflação, que estima irá chegar ao fim do ano a 65 por cento e não baixará nos próximos dois ou três anos.

"A recessão econômica, a inflação alta e as crescentes pressões sobre a liquidez externa seguirão erodindo a capacidade do governo de pagar suas obrigações externas nos próximos dois anos", disse a agência ao justificar sua decisão.

A agência, que tem uma perspectiva negativa para a Venezuela, disse que o panorama reflete a possibilidade de que as distorções econômicas e a persistente polarização política aumentem o risco de default da dívida do governo nos próximos dois anos.

(Por Krishna Chaithanya)