Governo francês pede fim da greve na Air France

quarta-feira, 17 de setembro de 2014 11:29 BRT
 

PARIS (Reuters) - O governo francês pediu o fim da greve dos pilotos da Air France, que está em seu terceiro dia, já que a disputa sobre cortes de custos ameaça 60 por cento dos voos da companhia nesta quarta-feira.

"Essa greve está pesando fortemente na Air France, bem como sobre as suas finanças, e sobre a imagem do nosso país", disse o primeiro-ministro Manuel Valls, durante entrevista à rádio France Inter.

"Ninguém entende sobre o que é essa greve", acrescentou.

O ministro da Economia, Emmanuel Macron, também pediu uma solução rápida, dizendo à rádio Europe 1 que "não podemos aceitar que um país fique bloqueado por causa de apenas alguns".

Os comentários de Valls e Macron foram feitos um dia depois que o governo ganhou um voto de confiança no Parlamento por uma pequena margem, com Valls dizendo a deputados que a França necessitava de reformas pró-mercado, mas sem comprometer o modelo social do país.

Os pilotos estão realizando uma greve de uma semana contra os planos da companhia de expandir as operações de baixo custo de sua marca Transavia através da criação de bases estrangeiras.

 
Chairman e CEO da Air France-KLM, Alexandre de Juniac, na sede da Air France no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris. 17/09/2014  REUTERS/Charles Platiau