Leilão da usina hidrelétrica São Luiz do Tapajós, no Pará, fica para 2015

quarta-feira, 17 de setembro de 2014 10:59 BRT
 

SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - O leilão da usina hidrelétrica São Luiz do Tapajós, no complexo do Rio Tapajós, no Pará, vai acontecer apenas em 2015, depois que o governo federal cancelou a data limite para realizar a licitação neste ano, segundo secretário do Ministério de Minas e Energia.

"A usina de São Luiz do Tapajós, que era a intenção licitar neste ano, vai ficar para o próximo ano", afirmou o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Altino Ventura, a jornalistas, antes de participar do evento Energy Summit, em São Paulo.

Mais cedo, uma fonte do governo havia antecipado à Reuters que o certame da usina, que faz parte do último grande complexo hidrelétrico planejado no pais, não ocorreria mais neste ano.

O leilão estava marcado para 15 de dezembro, o que seria um prazo limite para realizar o certame neste ano. Mas nesta quarta-feira o governo federal revogou a portaria que estabelecia essa data limite.

A justificativa para o adiamento foi a "necessidade de adequações aos estudos associados ao tema da componente indígena", conforme nota do Ministério.

O secretário acrescentou nesta quarta-feira que o adiamento do leilão dará mais tempo para obter todos os licenciamentos ambientais necessários para a usina, a ser localizada na Amazônia. "O processo de licenciamento no Brasil é um processo muito cuidadoso", disse.

Ventura afirmou que ainda não há decisão sobre qual seria uma nova data para realização do leilão no ano que vem, mas disse que a intenção é que leilões de grandes empreendimentos ocorram sempre no primeiro semestre.

"É difícil dizer (uma nova data). Vai ter a mudança de governo agora, nós não sabemos o resultado das eleições, mas qualquer que seja o resultado é sempre um novo governo. A intenção do ministério é sempre de realizar os leilões no primeiro semestre do ano", disse.

O secretário sinalizou que o ministério ainda trabalha com a data de início da operação comercial de São Luiz do Tapajós em 2020.   Continuação...