GPA diz que manterá investimento "significativo" no Brasil em 2015

quarta-feira, 17 de setembro de 2014 16:49 BRT
 

ATIBAIA São Paulo (Reuters) - O Grupo Pão de Açúcar manterá investimento significativo em 2015, afirmou nesta quarta-feira o vice-presidente de infraestrutura e desenvolvimento estratégico da companhia, Peter Estermann, sem detalhar valores.

No início do ano, a empresa afirmou pretender que o investimento de 2014 fosse de patamar similar aos 1,85 bilhão de reais do ano passado, mas acelerando a expansão de lojas com otimização do capital alocado.

Durante congresso do setor, Estermann acrescentou que a maior varejista do país reconhece o momento de desaceleração econômica no país, em que a competitividade de preços ganha mais importância, mas que está otimista com perspectivas futuras.

"O GPA está totalmente comprometido em manter seu plano de expansão orgânica", afirmou o executivo.

Na véspera, a associação que representa o setor, Abras, reiterou a previsão de crescimento das vendas reais dos supermercados brasileiros de apenas 1,9 por cento em 2014, ante estimativa anterior de 3 por cento. Em 2013, o avanço fora de 5,36 por cento. Para o ano que vem, a Abras divulgou projeção de alta de 2,5 por cento nas vendas deflacionadas.

Apesar de citar fatores como o menor crescimento econômico e o consumo das famílias como ventos contrários no atual cenário, Estermann disse que há oportunidades para crescimento no setor supermercadista, fundamentadas em grande parte na oferta multicanais de compra.

Segundo o executivo, o GPA está pronto para levar a todas as unidades do Extra em São Paulo o modelo de retirada nos hipermercados de produtos comprados pelo site. Atualmente, o sistema funciona em mais de 10 lojas.

Estermann acrescentou que a abertura de lojas de vizinhança, que contam com oferta seleta de itens em espaço físico reduzido, segue como prioridade e que o "negócio está dando certo".

No segundo trimestre, a divisão alimentar do GPA inaugurou 16 lojas com esse conceito, sendo 15 Minimercados Extra e um Minuto Pão de Açucar - este último voltado para consumidores de maior poder aquisitivo. Como comparação, foram abertos no mesmo período um Pão de Açúcar e um atacarejo da bandeira Assaí.

(Por Marcela Ayres)