Ações europeias atingem máxima de 2 semanas de olho em resultado na Escócia

quinta-feira, 18 de setembro de 2014 14:16 BRT
 

Por Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, com um importante índice atingindo máxima de duas semanas depois que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, renovou sua promessa de manter os juros baixos por um período considerável.

No entanto, as ações britânicas tiveram desempenho ligeiramente inferior a seus pares conforme prosseguia o referendo sobre independência na Escócia, mantendo investidores agitados antes do resultado ser divulgado na sexta-feira.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em alta de 0,93 por cento, a 1.398 pontos, após ter alcançado 1.399 pontos, o maior nível desde o começo de setembro.

O mercado encontrou sustentação no comunicado do Fed, que reafirmou na quarta-feira o compromisso de manter as taxas de juros perto de zero por um "horizonte relevante" de tempo. Porém, o Fed também indicou que pode elevar os custos de empréstimos mais rápido que o esperado quando começar a agir.

"Investidores estão se sentindo um pouco aliviados já que o comunicado do Fed não tinha qualquer grande surpresa negativa e manteve as palavras às quais todos estavam atentos", disse o estrategista de ações do HSBC Securities Robert Parkes. "O comunicado enviou sinais mistos, apesar de que investidores de equity os estão interpretando no lado 'dovish'".

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com alta de 0,57 por cento, a 6.819 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,41 por cento, a 9.798 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,75 por cento, a 4.464 pontos.   Continuação...