Bovespa recua aos 58 mil pontos antes de Datafolha, em dia de ajustes

quinta-feira, 18 de setembro de 2014 17:56 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em baixa nesta quinta-feira, com seu principal índice acionário voltando ao patamar dos 58 mil pontos, diante da expectativa de divulgação de nova pesquisa sobre a corrida presidencial.

Em uma sessão marcada por ajustes de posições e atenção também ao ambiente internacional, o Ibovespa terminou o dia em baixa de 1,24 por cento, a 58.374 pontos. O volume financeiro do pregão totalizou 8,5 bilhões de reais.

A principal pressão negativa para o índice veio das ações da Petrobras, com a preferencial da estatal encerrando com queda de 3,75 por cento. O papel ordinário cedeu 3,12 por cento.

Na parte da tarde, o Ibovespa ampliou as perdas e chegou a recuar 1,67 por cento na mínima, com profissionais atrelando a piora a especulações sobre pesquisa Datafolha a ser divulgada entre o fim desta quinta e madrugada de sexta-feira.

Rumores que circularam nas mesas de operações indicavam que o Datalfolha mostraria um cenário mais acirrado entre a presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, e Marina Silva (PSB) na simulação de segundo turno.

Em nota, o Credit Suisse citou clientes, principalmente locais, elevando posições nos últimos dias em papéis mais líquidos e financiando parte disso com vendas em nomes como Cielo, Kroton, Estácio e BB Seguridade.

CENA EXTERNA   Continuação...

 
Homem observa painéis eletrônicos na Bovespa, em São Paulo (foto arquivo). REUTERS/Nacho Doce