Saab finaliza contrato para venda de 36 caças Gripen NG ao Brasil por US$5,4 bi

segunda-feira, 27 de outubro de 2014 08:24 BRST
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A empresa aeroespacial sueca Saab concluiu a venda de 36 caças de combate para o Brasil, um contrato de 5,4 bilhões de dólares e considerado uma das encomendas militares mais valiosas em disputa em um mercado emergente.

As ações da Saab, que em dezembro passado saltaram um terço depois da companhia ter vencido a licitação, subiam 4,46 por cento às 7h37 (horário de Brasília).

A Saab disse em um comunicado que o valor total do pedido pelos caças Gripen NG, a serem entregues entre 2019 e 2024, era de cerca de 39,3 bilhões de coroas suecas (5,4 bilhões de dólares).

A empresa ganhou em dezembro de 2013 uma longa guerra de lances pelo fornecimento dos novos caças para a Força Aérea Brasileira (FAB), deixando para trás a francesa Dassault Aviation e norte-americana Boeing.

A disputa foi marcada por muitas idas e vindas, com cada uma das proponentes aparecendo como favorita em diferentes momentos da licitação. Quando anunciou a decisão, o governo federal estimou um investimento previsto de 4,5 bilhões de dólares até 2023, com o comandante da FAB, Juniti Saito, afirmando que o Brasil ainda iria "pechinchar ao máximo" com a Saab.

"Desde então, todas as partes vinham negociando a finalização de um contrato. O anúncio de hoje marca a conclusão bem sucedida desse processo", disse a Saab nesta segunda-feira.

A Saab afirmou que o negócio ainda está pendente de autorizações relacionadas ao controle de exportação e outras condições, que espera que sejam cumpridas no primeiro semestre de 2015.