Confiança empresarial alemã atinge menor nível em quase 2 anos

segunda-feira, 27 de outubro de 2014 09:19 BRST
 

Por Michelle Martin

BERLIM (Reuters) - A confiança empresarial alemã enfraqueceu em outubro pelo sexto mês seguido, atingindo o menor nível em quase dois anos, o que sugere que a maior economia da Europa pode ter problemas no quarto trimestre.

O índice de clima de negócios do instituto Ifo, com base em pesquisa mensal junto a 7 mil empresas, caiu para 103,2, sobre 104,7 no mês anterior.

Essa foi a leitura mais fraca desde dezembro de 2012 e ficou abaixo da mediana de projeções de 104,3 em pesquisa da Reuters.

"Estamos em uma espiral de queda em termos de humor", disse o economista do Dekabank Andreas Scheuerle.

"Os fatores originais que acabam com o clima --geopolítica, fraqueza na zona do euro, política econômica alemã e preocupações sobre deflação-- levaram a grandes revisões para baixo nas previsões, e as expectativas econômicas mais fracas agora estão pesando sobre a confiança", acrescentou ele.

Diversas organizações, incluindo a OCDE, o FMI e institutos importantes cortaram suas projeções para o crescimento econômico alemão e o governo agora espera que a economia cresça apenas 1,2 por cento neste ano.

A confiança de investidores também despencou recentemente. No entanto, a confiança de consumidores permanece como um ponto de esperança, com uma pesquisa do grupo GfK mostrando na semana passada que consumidores estão mais otimistas para novembro. O setor privado da Alemanha também cresceu mais rapidamente em outubro conforme a manufatura teve uma retomada.