Petrobras contrata empresas para investigar denúncias de ex-diretor

segunda-feira, 27 de outubro de 2014 15:48 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras contratou duas empresas independentes para investigar denúncias feitas pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, em investigação realizada pela Polícia Federal batizada de Operação Lava Jato, informou a estatal nesta segunda-feira.

A estatal diz que busca com a investigação independente apurar fatos e circunstâncias que tenham impacto material sobre seus negócios.

Ao autorizar a contratação dessas empresas, a estatal disse que a Diretoria Executiva cumpre seu dever de diligência e atende a normas de reguladores de mercados, como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a Securities and Exchange Commission (SEC), dos Estados Unidos.

A CVM está investigando as denúncias.

A contratação das empresas independentes de investigação foi feita no final da semana passada. Uma delas é brasileira e a outra, norte-americana, segundo a Petrobras.

Costa, que realizou denúncias com forte impacto durante a campanha eleitoral, afirmou que grandes empresas fecharam contratos com a Petrobras durante anos com sobrepreço médio de 3 por cento, e que a maior parte do dinheiro foi repassada para PT, PP e PMDB.

O ex-diretor disse em depoimento à Justiça Federal, sob acordo delação premiada, que cerca de dez "grandes empresas" realizavam um processo de "cartelização" nos acordos de fornecimento à Petrobras.

RESSARCIMENTO   Continuação...